O QUE É E PRA QUE SERVE?

O feedback nada mais é do que uma forma de se comunicar. Os líderes ou os próprios membros da organização, de si para si, têm a função de retornar uma mensagem apontando pontos positivos, fracos e o que podem melhorar em relação a determinada função ou tarefa que desempenham.

Ele serve como regulador comportamental. Isso significa que pode ser positivo, reforçando a atitude para que ela volte a se repetir, ou construtivo, de modo que o comportamento não deve mais acontecer. Nesse caso é interessante apontar dicas de como ele deve ser modificado.

Mas cuidado: ele não se resume em apenas apontar erros ou fazer elogios. Para que o feedback seja efetivo, deve ser feito com seriedade e com base em dados de avaliação de desempenho.

Colher ou dar feedbacks é uma ótima forma de demonstrar consideração e respeito pelo ser humano que atua com você na empresa, por minimizar incertezas e ansiedades. No mais, ela é essencial para a evolução dos profissionais e da organização como um todo.

QUAL A REAL IMPORTÂNCIA?

            De acordo com a Hubspot, em artigo que apresenta onze estatísticas reveladoras sobre a importância do feedback, cerca de 43% dos funcionários mais engajados recebem feedback semanalmente. Para mais, 73% deles afirmam que o reconhecimento os deixa mais motivados na realização de suas tarefas.

            Com o feedback, os colaboradores passam a ter conhecimento do que está funcionando e do que não está. Assim, diminui a probabilidade de tal atitude se repetir. Além disso, o feedback é responsável por pontuar qualidades e pontos fortes que guiam o trabalhador ao seu melhor desempenho. Esse momento o tranquiliza e traz segurança sobre como a companhia o enxerga e se ele está atendendo as expectativas.

            Sendo assim, é fundamental para toda e qualquer empresa que deseja crescer exponencialmente. O feedback faz parte da Cultura Organizacional da empresa e, fortalecendo-a, a comunicação e o respeito entre gerentes e subordinados tornam-se intrínsecos.

COMO O FEEDBACK PODE AJUDAR A EMPRESA?

            Para que você entenda melhor, listamos 03 pontos positivos que o feedback traz à empresa. Confira:

  • Direciona o trabalho: O feedback entra como uma correção de rota, ou seja, se o funcionário estiver indo ao lado oposto dos propósitos da empresa, a comunicação assertiva pode realinhar e servir de norte, com uma bússola. Com o feedback, o líder consegue alinhar expectativas do trabalho de cada funcionário, assim como o que eles esperam da organização.
  • Melhoria no clima organizacional: Em um espaço onde os colaboradores sabem que podem contar com seus líderes e uns com os outros, não há espaço para fofocas e conflitos. Quando todos encontram-se alinhados, a união da equipe é consequência.
  • Evolução do profissional e da empresa: O feedback construtivo é o responsável por dizer como corrigir aquilo que não está correto. Assim, promove aprendizado, aprimoramento do desempenho, confiança, agilidade na correção do problema e, por conseguinte, mais lucro para a organização.

MELHORE SEU FEEDBACK

         É importante que você saiba como estruturar seu feedback, baseando-se em estratégias. A conversa sempre deve render um plano de ação para cumprir com os objetivos que ambos traçaram. O feedback deve ser orientação. Por isso, a conversa deve ser objetiva. Defina qual a melhor maneira de começar a conversa, seja elencando os pontos positivos primeiro ou começando por problemas que aconteceram a pouco tempo.

            De qualquer forma, devem se basear em fatos e acontecimentos. Para que a conversa seja mais produtiva, prefira conversar diretamente com o indivíduo em um ambiente tranquilo.

Leave a Comment

Copyright © 2021 PlaceHub